Sexta-feira, 10 de Julho de 2020

Rádio Norte FM anuncia série de medidas preventivas

Publicada em 17/03/20 as 16:48h - 77 visualizações

por Rádio Norte FM


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Rádio Norte FM)

Na tarde desta terça-feira (17), a direção da Rádio Norte FM divulgou uma série de medidas preventivas devido ao novo coronavírus. As premiações, promoções e sorteios de brindes foram suspensas com o propósito de diminuir ao máximo a circulação de pessoas. Além disso, também foi pedido que, além da equipe Norte FM, apenas entrevistados essenciais a algum tema em questão compareçam às instalações da rádio.

Os colaboradores da Rádio da Comunidade foram comunicados e recomendou-se que, caso alguém faça parte do grupo de risco, permaneça em casa para própria segurança e dos demais. A direção ressaltou também a obrigação de todos os comunicadores com a verdade, para informar adequadamente a população e evitar pânico.

Por enquanto a programação não foi suspensa e segue normalmente.

Apoio

A Rádio Norte FM, como emissora comunitária, apoia os pequenos comerciantes de Cascavel, especialmente os da Região Norte, durante esse momento delicado. Grandes empresas passam por crises com menos complicações, por isso é importante que, na medida do possível, todos façam suas compras nestes estabelecimentos e prestem auxílio a esses empreendedores.

Confira a Nota Oficial:

 

NOTA AOS COLABORADORES

A pandemia do coronavírus está afetando o mundo inteiro de diversas maneiras. Medidas preventivas são necessárias para que o quadro local não se agrave ainda mais. Tendo isso em conta, a Rádio Norte FM vê necessários algumas medidas para preservarmos nossa saúde.

A partir desta terça-feira (17/03) fica proibido a promoção e sorteio de brindes; convidar ouvintes para conhecerem a emissora; convidar entrevistados não essenciais ao tema em questão; tudo com o propósito de evitar a circulação de mais indivíduos em nossos estúdios. Também salientamos a utilização racional do álcool em gel nos estúdios. Todos e todas temos obrigação de higienizarmos os equipamentos quando utilizamos para realizarmos nossos programas.

Os locutores e/ou colaboradores que se enquadrarem no grupo de risco, poderão suspender temporariamente a sua programação e deverão permanecer em casa nesse período.

É imperioso ressaltar a nossa responsabilidade com a informação correta e precisa nesse momento. Para tanto, temos a obrigação de checarmos cada uma das notícias antes de repassarmos no ar. Também é nossa obrigação como comunicadores evitarmos o pânico entre nossos ouvintes. Por isso, vamos nos ater as notícias oriundas dos grandes meios e dos órgãos oficiais, deixando de lado notícias falsas que circulam no WhatsApp ou nas redes sociais.

O que se sabe até agora sobre o coronavírus?

O novo coronavírus nomeado oficialmente de Covid-19 já infectou mais de 100 mil pessoas no mundo e provocou mais de 3 mil mortes. Sua contenção é um desafio, já que o vírus é transmitido facilmente por vias aéreas, através do contato direto ou indireto com gotículas respiratórias de pessoas infectadas.

No Brasil, já são inúmeros casos confirmados. Além disso, mais dois mil casos suspeitos estão em investigação, de acordo com o último boletim do Ministério da Saúde.

 O Covid-19 foi descoberto em dezembro de 2019, quando apareceram os primeiros casos na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China. No início, muitos dos pacientes infectados tinham alguma ligação com um grande mercado de frutos do mar e animais vivos da cidade chinesa. Mais tarde, um número crescente de pacientes que não tiveram exposição a mercados de animais também foi diagnosticado, indicando a disseminação de pessoa para pessoa.

O novo coronavírus faz parte de uma ampla família de vírus que pode causar desde um resfriado comum até problemas respiratórios que levam à morte.

Quais são os principais sintomas e como eles podem progredir?

São os sintomas respiratórios, tosse, dificuldade para respirar, dor de garganta, acompanhada de febre. É muito semelhante com qualquer outra virose respiratória, como gripe, influenza, resfriado, só que os sintomas tendem a ser mais graves, podendo evoluir para insuficiência respiratória aguda, que é quando o paciente precisa de ajuda de ventilação mecânica.

 

Obrigado pela compreensão.

Saúde, Força e União!

Diogo Tamoio - Diretor-geral

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Visitas: 22907   Usuários Online: 10

Nosso Whatsapp

 45 3306-8766

Copyright (c) 2020 - Rádio Norte FM